Dicas

sábado, 13 de dezembro de 2008

Dentro de Casa


Na minha casa existem mundos inimagináveis. Presas pelas paredes imagens do que já foi e talvez do que vai se repetir. Rostos e palavras a muito escritas. Estante de livros no corredor, livros na sala e pelos quartos como se fosse um velho museu onde nós somos os visitantes.

Mergulho e flutuo por esse paraíso mítico esperando o desenrolar das horas intermináveis, dos séculos sem fim que guardarei em minha memória.

Cada cena uma nota, uma lagrima, um riso. Sinos nas portas e fios de bordado pelos sofás. É tudo meio temporal. Mas bem real. Os quartos e a sala parecem ilhotas de segredo e silêncio, cada naufrago com o seu. E estamos todos rodeados de tubarões famintos. Sem remo ou rumo, apenas vivendo mais um dia de naufrago.

E da cozinha vem cheiro de pão, é minha mãe. Lá ela está desde que estava dentro dela. Fazendo o que ainda haverei de aprender com tanto jeito. Fragrâncias doces e salgadas, minha irmã também dirige este mundo onde elas são as rainhas. E sempre sobra algo para provar na surdina,roubando colheradas de caldo,ou doce.

E tudo têm o cheiro que me faz viva, real. Além da cozinha, é o jardim, que transpirar o cheiro de tudo que lá vive. Flores e ervas, o sol e a lua.
Grama úmida e acerolas vermelhas misturam-se ao verde reinante. Margaridas se balançando sobre talos longos e rosas vermelhas tingindo a terra de vermelho, branco e rosado. Os cajus se foram e ficaram as castanhas assadas e o cheiro do bolo e do pão se misturam.Me dizendo,me chamando para dentro de casa.

3 comentários:

Bruna Toledo disse...

Ah! Aqui em casa quem cozinha sou eu! hahaha
Mas mamãe vai um bolo de abacaxi delicioso!!

;*

Bruna Toledo disse...

faz**

Bruna Toledo disse...

Naz! Vose está ficando muito displicente, mulher!
Vou morrer de abstinencia!! Quero o Bruce *-*
Ou no mínimo postagens variadas ;_;'


;*