Dicas

segunda-feira, 16 de março de 2009

O amor e a Sorte.



Um dia me canso de falar sobre o tema. E talvez não me apaixone mais, esqueça como é maravilhoso sorri junto com quem se ama.
Tudo é perfeito e você só consegue ser feliz. Nada parece te abalar e os dias são únicos. Que magia é essa? Doce e leve...! Gosto de pensar no amor como algodão - doce. Frágil, estranho algo que se desfaz na boca, um tanto enjoativo e doce e parece jamais satisfazer...
É, o amor é como algodão - doce na chuva. Derrete e deixa manchas coloridas e tristes.
O poder não combina com o amor. Ele está nas cartas de tarô, na carta dos enamorados, dos amantes. Para alguém que sentou na mesa do adivinho antes de mim. As cartas perderam a força e quando o vidente as embaralhou diante de minhas mãos as luzes se apagaram.
- Viva ao desconhecido.

2 comentários:

Rafael Guerra disse...

disse tudo...
minhas cartas não foram boas tb...
adorei a comparação entre o amor e o algodão doce...

Bruna Toledo disse...

algodão doce hã?
eu sempre me meleco toda com isso...
com esse tal de amor tbm.