Dicas

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Maçã, Você Gosta?



Às vezes, tudo que eu queria, é que fosse meu.
Como uma maçã,
A fruta do pecado original.
Morderia tua carne, teu corpo alvo,
Você é belo e suave.

É pura poesia.

Meu homem e brinquedo.
Minha cama e lençol.
Tudo e mais um pouco.
Nada e um restinho.

Sua boca me atiça,
O seu corpo me atrai de modo particular.
Dois extremos, dois sexo.
Um só desejo.

Possuir.

Incrivelmente desejável e limitado.
Presente e ausente,
Duas metades quase iguais de um mesmo desenho.
Lambidas e pegadas,
Sorrisos e fagulhas.

Água, fogo e terra.
Menino e homem, suave e delicado.
Peludo e liso.
Somos nós dois.
Deixa quieto, se não quer me possuir,

Eu não vou chorar, mas lamento silenciosa.
Tuas escolhas, tua sexualidade tão ativa.
Isso não eu lamento, só admiro.
Só te engrandece o carisma, o charme de macho.

Nas tuas pernas eu seria feliz.
No teu sexo encontraria a solução.
Na tua boca falaria sem palavras.
Nossas línguas sabem português.
Nossos corpos querem sexo.

Tudo se permite quando se tem a mente aberta.
Ah! Deixa quieto!
Eu posso imaginar, lá eu posso tudo.
Malvadamente, tudo.
E um pouco mais.
Deixa, deixa quieto.
Mas você gosta de comer maçã?

Um comentário:

Bruna Toledo disse...

Eu gosto de maçã *-*