Dicas

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Sonhos



Sonhos podem ser feitos de açúcar
De pensamentos.
São fabricados a esmo,em datas certas.
Todas as noites.

Podem ser roubados,
Adiados, resumidos,
Editados, queimados, transmutados,
Mas jamais esquecidos.

Sonhos são feitos de poeira cósmica e tem cheiro de baunilha.
O toque macio das mãos de uma mãe.
O beijo doce do primeiro amor,do segundo e de quantos mais?
Nascem com o anoitecer e podem morrer a luz do dia.

Existem ladrões de sonhos.
Existem assassinos de pensamentos e de sonhos.

Sonhos se realizam.
Eles têm forma própria e flutuam acima de nossas cabeças.
Podem ser produzidos por nossas mãos.
Por nossos ventres gravidos,por nossos sorrisos fecundos de amor.
Nutridos em nossos corações.
Dentro de tempestades de desejos.
Mantidos em caixinhas, em folhas de papel,
Soprados como beijos.
Mantidos dentro de nossos olhos.
Perdidos com suspiros.
Ter recheio de mel e amora.
Feitos de farinha de trigo, de ilusão.
Sonhos são a mais doce manifestação
De nossas almas.

Não roube sonhos.
Nos os corte pela raiz,
Não os afoguem, eles sabem nadar.
Não os sufoquem, eles querem respirar.
Não, não adianta cegá-los eles vêem com a mente.

Tem sexto sentido.
Cultive sonhos, eles crescem
E virão árvores de pensamentos,
E seus frutos chamam-se, alegria.

3 comentários:

Rafael Guerra disse...

que linda poesia sobre sonhos...
gostei da parte que fala sobre não lutar contra eles...
pensei em meu sonho...
adorei a poesia...

Bruna Toledo disse...

Aiii que lindo!!
Lembro de quando você me falou pra perseverar no meu sonho.
Obrigada.
;*

Nazarethe Fonseca disse...

Sonhos tem de virar desejos e se tornar realidade.beijos!Mordidos,claro.