Dicas

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Presentes



(Música - KAL HO NAA HO-Shah Rukh Khan)


Quero te dar alguns presentes, eles são simples, não custaram muito. Mas são raros e dignos de um rei.
Ontem vi um pôr-do-sol lindo, avermelhado. Nenhuma imagem mais bela surgiu o dia todo. Eu te dei ela, bela e vermelha cheia de cores suaves e fortes. São suas.
Presentes para enriquecer suas horas trazer-te melhoras.
Hoje vi um pássaro bem de perto, procurava pedrinha pelo chão e assim que me viu mesmo quieta, ele voou. Dou-te sua liberdade, a força de suas asas.
Faz algum tempo vi um arco-íris. Ele surgiu com uma chuva inesperada, e no céu ele surgiu como num conto de fadas. Enorme, colorido, brilhante... Ele é seu.
No jardim tem belas flores e rosas, quero que fiquei com as borboletas que sobre elas flutuam.Que suas cores vivas te cubram de alegria.Das rosas fica com o aroma.
O sol anda forte, mas fica com a força que ele nos dá ao banhar nossa face.
Existem coisas que você precisa receber. Um beijo na face, a leva caricia de minha mão sobre sua testa larga, o contato dos meus lábios sobre seu rosto.
Um grande abraço, daqueles que preenchem a alma, e fazem o coração acelerar.
Quero te dar presentes. Quero que fique com eles,os guarde,use como quiser. Mas se puder fica somente com meu coração. Eu te dei ele faz séculos, estava embrulhado em seda azul, com o nome de amizade. Mas se desembrulhar hoje verá que a seda agora é vermelha e o nome agora se chama amor.

2 comentários:

Bruna Toledo disse...

Seda vermelha!

amei.


;*

isisheinze disse...

Nazarethe. Estava no seu espaço no Orkut e estávamos conversando sobre suas dificuldades em lançar o Alma e Sangue dois, como não achei lugar para postar minha resposta ao tópico do orkut no seu blog queria manifestá-lo aqui,peço desculpas, então segue:
Olha com relação as dificuldades de Alma e Sangue dois concordo em gênero número e grau, sei que as editoras não apóiam os nosso escritores, sei que os impasses são gigantescos. Em contra partida ela pode contar com seus leitores que são fiéis e que aguardam pelo seu trabalho. Com relação ao Pocket assim que soube comprei, mas em um país onde tudo se copia e nada se compra a dificuldade do retorno para o escritor é uma lástima. Sei disso e acredite estou estudando bem este ramo de negócio. O que se busca fazer nestas brincadeiras saudáveis contidas nos posts é dar um estímulo a escritora, como forma de recompensar seu árduo trabalho, pois não é uma satisfação só dela é uma satisfação e deleite de inúmeras pessoas que admiram seu trabalho e querem mais que esta escritora, que aos nos premiar com uma média de 450 (chutando mínimo) de puro êxtase, seja reconhecida não só aqui, como obtenha espaço lá fora. É isso o que desejo pra ela. E fico mega contente que ela tenha vencido suas barreiras e a gente deveria agradecer muito mais por isso, pois ela não foi mais um talento silenciado.
Maria Eduarda.